21 de jan de 2016

"Enfim", entre os 9%

O ano acabou de começar, e para mim é como se já tivesse chegado ao fim. Hoje, declaro que "enfim" entrei para os 9%.

Acabei de assinar minha homologação, fui demitido há onze dias atrás e hoje estou com os papéis em mãos para entrar com seguro-desemprego e sacar meu FGTS.

Devo dizer que sim, isso me pegou muito, muito desprevinido. Não esperava por essa, estava fazendo minhas metas trimestais, cálculos de como conseguir bater as mesmas e tudo se vai com uma canetada.

O pior é que estava tudo indo muito bem no trabalho, é verdade que o setor agrícola é muito resiliente. Os lucros da minha empresa foram bem altos no ano de 2015, a expectativa era de maior crescimento para este ano, com safra sendo maior e mais rentável por causa do dolar. Como em setor agrícola, o ano começa e termina em Julho e a safra e plantio são tudo programados com um ano de antecedência, os custos ainda estavam baixo, pois a maior parte dos Insumos foram compradas no ínicio de 2015 para serem entregues de acordo com as etapas de produção e mais de 70% deles já estavam estocados em nossos depositos, grande parte dos itens para 2017 já estavam negociados. A empresa estava aumentando sua área de atuação e tal.

Tudo estava indo bem, havia saído da produção por completo, só estava no administrativo. Tinha evoluído muito nessa área, meu trabalhos eram feitos e entregues com antecedência. Como nessa área só tem mulher, todas elas enrolam para fazer as coisas, e quase sempre chegam atrasadas ou enrolam no horário de almoço e lanches. Grande parte dos trabalhos que exigiam mais dedicação e certo cuidado já eram passados diretamente para mim, em relação a logistica, Faturamento, e armazenamento.

Estava com plena convicção que os superiores gostavam de mim, ledo engano meu.

Da rodada de demissão que teve, foram 6, eu fui o primeiro a ser chamado.

Não sei o que fazer agora, meu acerto todo deu cerca de 13 mil reais, incluindo FGTS, quantia ridícula. Não sei se devo ficar extremamente líquido e deixar o dinheiro na poupança, se aplico em TD e aloco um pouco para RV, essa que cada vez me deixa mais infeliz.

Estou sem ânimo para escrever no blog, seguir meu roteiro de corrida, que depois do ocorrido não a fiz nenhuma vez. E para piorar, a coroa que eu ficava me descartou de vez me exclui em todos os meios possíveis de manter contato, só porque passei a virada de ano em minha casa, no arraial onde morava.

Os custos de alimentação são surpreendentemente muito altos agora que tenho que realizar todas as refeições em casa. Tenho que achar um jeito de abaixá-los com urgência, enfim, estou ferrado!

www.arquivos-virtuais.blogspot.com