13 de abr de 2016

As Megacorporações são o mal de tudo?

Líderes Mundiais, em uma reunião conspiratória conspirando contra as conspirações conspiradoras da massa.

Bom, antes de me mandarem internarem ou dizer que virei comunista, vou explicar o meu post. Recentemente acabei vendo dois documentários sobre um tema recorrente, expelido aos quatro cantos, porém distorcidos ou romantizados. Mas que sim, caminhamos rumo ao fim, pois nossos recursos são finitos e não infinitos. Ou seja:

A Humanidade precisa mudar seu estilo consumista e rever sua matriz econômica, ou está fadada ao fracasso ou uma grande extinção de "massa" (Os humanos mais fracos irão desaparecer)

Na juventude, sempre lia, conversava e dialogava com amigos a respeito deste tipo de tema, mas há anos não entrava neste assunto. Resolvi então procurar algo a respeito e acabei vendo dois documentários a este respeito esta semana. Eles são:
Está link dos dois aí legendado no youtube.

A Corporação


Ele é um documentário um pouco grande, cerca de 2 horas e pouco. Muito bom, nem vi o tempo passar assistindo-o. Aprendi e relembrei muitas coisas com ele, sua temática é esclarecer como as corporações foram criadas, e como estas se tornaram um problema para o mundo. 

Foi nele que descobri que a pessoa jurídica foi criada nos EUA, onde os empresários usaram a lei de abolição de escravos, que foi criada no final da guerra entre o Norte e Sul, para criação da Pessoa Jurídica, onde esta passa a ter os mesmos direitos de uma pessoa (física), podendo comprar, vender, ter posse de bens materias, etc. Segundo o documentário, foi daí que o monstro foi criado e ainda por cima usando como brecha uma Lei Dessas.

Tem muita coisa interessante neste documentário. Retrata como as empresas evoluíram para se tornarem o que são hoje. Tem também às entrevistas com os CEOs das multinacionais, muitos nem conhecem as industrias que produzem seus produtos em outros países, ou seja, pouco importa como eles são produzidos. 

Chore Urso Polar. Nós vamos matar todos vocês!
A parte que mais me dói é quando eles falam sobre a sustentabilidade da produção. Eu por ser Biólogo, conheço um pouco sobre esta área, meus olhos até marejam quando falo deste tema. tive sorte de quando estudava poder fazer coisas incríveis na graduação. Passei boas horas em caverna filmando morcegos, fiz um projeto com uma onça parda, onde andava com ela com corrente e coleira (igual cachorro mesmo) em campo, brincava de subir em árvores com ela. Tive contato com várias aves de rapinas também, corujas, falcões, águias, harpias brasileiras (que é a uma das maiores aves do mundo. Sim, eu cuidava delas, dava banho, comida e brincava com esses bichos) que eram criados em cativeiro, algumas até com trabalho de voltar pro habitat natural, cobras (não tinha coragem de mecher com elas, Sucuri, Jararacas, Corais, etc), em fim...

Tem um depoimento de um CEO, quando a pauta sustentabilidade chegou na mesa dele. De como ele fez um trabalho para descobrir o que era preciso fazer para gerar $1 de lucro na sua corporação. E tem a sua oratória em um forum sobre como ele mudou sua visão de ver o mundo, quando ele descobriu que tipo de saqueador ele era e em que ele fazia parte.

Tem a parte sobre patentes, de como as empresas patenteiam até seres vivos, e agora estão a patentiar "descobertas" de genes, inclusive humanos. A parte de como eles fraudaram resultados para soltarem produtos nocivos a humanidade e meio ambiente, exemplo clássico é o gás CFC que fez um rombo na camada de ozônio, este que não há tecnologia hoje para restaurar o buraco.

No fim eles perfilam a pessoa jurídica, e chegam a conclusão que se ela fosse uma pessoa física, seria um diagnosticada como um psicopata.

Obsolescência Programada 



Neste segundo documentário, retrata como alguns produtos são projetados e construídos para durarem pouco, ou seja, as corporações planejam quanto tempo o consumidor irá ter de voltar e comprar o "mesmo" produto. Fazendo assim um ciclo infinito para os negócios.

Eu em 2035.
Não se iludam, isso não acontece apenas com os smartphones e eletrônicos. Empresas de matéria prima fazem isso também, como exemplo as sementes de soja só podem ser comercializdas por 4 gerações, depois com respaldo da lei são obrigadas a virarem grãos. Algumas sementes de culturas são modificadas geneticamente para sofrerem mutações e se tornarem hibridas.  

É bem claro para todos que este comportamento a longo prazo não vai nos levar a um bom lugar, os recursos de nosso planeta são finitos, e lixo que produzimos estão envenenando estes recursos e a todos.

A Obsolescência programada existe sim, um dia já foi como as teorias da conspirações dizem que são, quando a lâmpada (o primeiro produto a sofrer deste mal) foi programada a ter duração de 1000 horas. Foi feito sim um cartel de empresas para este fim, isto foi até documentado pelas próprias corporações envolvidas. Mas hoje, ela é feita de maneira mais sutil, com sinergia governamental, marketing, feminismo e outras armas. 

E os Lucros, vulgo dinheiro, são o Combustível do Mal?


Todos atacam o sistema capitalista, empresas em geral, de sempre buscarem lucro acima de qualquer coisa. E isso é verdade!

Digo isso por mim mesmo, quando vou escolher uma ação, a primeira coisa que vejo é se ela produz lucros, se estes são crescentes e consistentes. Sim, eu e você também somos merdas de pessoas, que contribuem com este sistema, matam e destroem tudo ao seu redor.

Porém, sei e afirmo que eles, lucros, são e foram importantes para que nossa sociedade se tornasse o que é hoje. Vejo os lucros para empresas como vejo a fome para os seres vivos. Infelizmente, são um mal necessário para a vida (fome) e evolução da sociedade (lucros).

Não resta dúvidas que as megacorporações mudaram nossa vida, trouxeram novas invenções, evoluíram seus produtos e tudo isso se deve à busca por mais lucros, não há como negar tal feito.

Porém, está na hora mudar isso! 

Já estamos maduros o suficientes para começar procurar outras formas de continuar as inovações, evoluções tecnológicas, sociais e qualidade de vida, sem usarmos o lucro e o dinheiro como combustível. Ou encontramos este caminho, ou vamos nos destruir, no mínimo um terço dos humanos tem de ser destruídos para que este sistema perdure.

Sei que a mudança é possível, pois fomos nós quem criamos os sistema monetário capitalista, sabemos para que e o porque ele foi feito. Na época não podiamos prever o que isso acarretaria, mas hoje, já podemos fazer isso. Podemos modificar e melhorar nossas criações, já fizemos e fazemos isso com todas as outras invenções humanas.

O estado de não sentir fome, infelizmente não podemos mudar, ainda não sabemos como fomos criados e se existe um porque para isso. Tudo que existe é Teoria, não importa qual ramo você pertença. Um criacionista, evolucionista, se acredita em deuses austronatas (onde semos experimentos de ets), etc. Ainda estamos longe de poder mudar este estado, de sentirmos fome o tempo todo e ter de matar e destruir para saciá-la.
Eu, pobre mortal, gosto de acreditar que o vislumbre dessa crise de trilhões de dollares injetados do nada, pode ser o pontapé inicial para a mudança. Essa conta de trilhões uma hora irá chegar para alguém pagar, e por incrível que pareça este montante de dinheiro não está provocando inflação (como foi proejtado para criar) e sim deflação (o Brasil vai contra a maré).

Só espero que a mudança chegue a tempo, para que minhas gerações futuras possam ver uma onça, um passáro ou um urso polar.  Ou que não seja preciso ver milhões de pessoas morrerem por não haver recuros naturais para todos. Se este estado chegar (dizem que vai começar a faltar água já em 2020), não se iludam, moramos no Brasil, depois da Africa seremos nós os proxímos a  começarmos a morrer. Ou você acha que Americanos, Chineses, Russos, Europeus, Israelitas vão deixar seu povo morrer por falta de recursos e não farão nada a respeito para mudar a situação. Eles não precisam usar máquinas de guerra, basta pagarem mais caro em nossos recursos naturais.

Soluções existem, e já tem várias por aí. O projeto Vênus e sua economia baseada em recursos é uma das saídas que estão surgindo. Não, ela não se parece nada com o comunismo é um ideal novo, cidades e organizações novas, sem política e dinheiro. Claro que ele tem seus erros, prefiro chamar de inocência, pois ainda é um embrião, vai amadurecer e se tornar melhor com tempo.  Ou talvez possamos escolher outro caminho, melhor ainda que este.




E você, está preparado para as mudanças que vão surgir? Qual futuro deseja viver? Um futuro apocalíptico? 

Quer que todos vendam sua juventude para "tentar" sair da corrida dos ratos como nós JPBF fazemos?

Sim tentar, nada nos diz, que mesmo que você aporte tudo que ganhe irá conseguir sua Independência Financeira. Sim muitos consiguiram, mas também muitos não. A morte caminha ao meu lado, talvez ela venha me buscar quando eu dobrar a esquina, quando engasgar com a azeitona da pizza, ou pior ainda. Talvez eu fique doente e incapacitado no proxímo ano, tendo que gastar tudo que consegui até hoje para prolongar por alguns anos minha doença terminal. 

E por fim, a única coisa que quero que prestem atenção e na letra e música abaixo. Aumentem o volume, expandem o video,  ou assitem no youtube , deixem as outras abas fechadas,sintam e entendam o que essa musíca nos diz. 

O último Leviatã



www.arquivos-virtuais.blogspot.com





   

5 comentários:

  1. Vidinho, pode ser que a gente não consiga chegar lá... viver é correr riscos! eu prefiro apostar em uma vida realmente boa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Investidor por Acaso

      Concordo plenamente com vocẽ, eu também prefiro apostar em uma vida realmente boa. Mas agora, o que é uma vida realmente boa?

      Vender anos e anos de vida em troca de uma possível vida melhor?

      Eu não acho isso uma vida realmente boa, muito pelo contrário. O Ideal seria que ninguém precisasse passar por esse tipo de situação, ou algo deste nível.

      Uma vida realmente boa seria se todos nós pudessmos ter recursos o suficiente para todos, e tempo, muito tempo livre para apreciar arte (filmes, teatro, etc), esporte, viagens e relacionamentos pessoais. Que desfrutássemos disso tudo desde o início de nossas vidas.

      Excluir
  2. Amigos a hora de investir em bitcoins é agora, o mestre viver de renda tem 86k em bitcoin ja esta vendo e vai ver sua grana multiplicar ainda mais, essa é a hora está em constante aumento e não vai parar pois em julho seu algoritmo vai receber uma atualização que vai dificultar mais ainda produzirem-os oq vai fazer o preço decolar.

    A hora é agora, dica quente não é forex nem essas perdas de tempo. Já estou fazendo uma grana nos trades, porém tenho 26k apenas o que com uma alta eu não fique milionario mas já da pra tirar uma graninha boa.

    Dica, quem quer investir vai lá e compra logo em algum site ou mesmo mercado livre que vai subir. Não prevejo muito risco de desvalorizar tão cedo.

    Abç

    Responder

    ResponderExcluir
  3. Vidinho,

    É uma luta perdida. O conhecimento não supera a ignorância generalizada comandada pelas emoções.
    As corporações só perceberam o óbvio.

    Abc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Scante Tales

      Concordo que é uma luta perdida, mas um cavaleiro nunca recua de um campo de batalha.

      Paradoxalmente, são as corporações podem salvar o mundo, só elas podem fazer isso!

      Excluir