20 de jun de 2017

60 Horas em uma penitenciária. Parte 6.

Boas novas!

A vida corre mais rápida do que conseguimos acompanhar!  rsrsrsrs
Bom, dando continuidade a série de postagens 60 horas em uma penitenciária, onde relato as primeiras experiências de se colocar o pé nestes estabelecimentos, para trabalho. Já se foram cinco postagens e esta é a sexta. Será que é a última?

As outras postagens anteriores podem ser encontradas nos respectivos links: Parte 1, Parte 2, Parte 3, Parte 4 e Parte 5.

Após comentar sobre o primeiro contato (Parte 1), onde descrevo a expectativa vs realidade ao adentrar em uma penitenciária. Depois "passar" por um motim e conhecer a escola (Parte 2), conhecer a enfermaria e um pouco do cartório que operam neste estabelecimento (Parte 3). Conhecer o pavilhão mais problemático da penitenciária, onde ficam os presos sem condenação (Parte 4). Ficar o dia todo "cangando" morcego, merecidamente, que fique claro isso, nas muralhas (Parte 5) é hora de passarmos por mais um setor na penitenciária.

Já estávamos chegando ao fim do curso de formação e havíamos passado por quase todos os setores desta casa de internação de malfeitores, entretanto, ainda restavam algumas áreas a serem desbravadas e uma delas, felizmente/infelizmente nos era proibida a entrada, com direito a severa repreensão caso essa ordem fosse descumprida. Estou falando dele, do:

Pavilhão Feminino


Fonte:
 
Eu não fazia a menor ideia de como era uma prisão, uma penitenciária e menos ainda de como era um pavilhão, imagina um pavilhão feminino. Mas, como relatei no início, não tive a oportunidade de conhecer o mesmo, é restrito a homens de baixo escalão, apenas agentes femininas e diretores da unidades têm permissão para entrar neste pavilhão.

Porém, na prática, existe uma hora que é "permitida" a entrada dos Agentes Masculinos no pavilhão feminino. Adivinhem só em qual situação isso é possível? .... .... Quando o pavilhão está quebrando e as presas estão enlouquecidas, as agentes femininas saem de cena (dão o fora literalmente) e sobra pros ASPs armados com seus cassetetes conterem os ânimos da mulherada. É claro, depois você tem de passar no cartório e responder o motivo do uso da força desmedida contra mulheres repreendidas e explicar como você, um homem, estava no pavilhão feminino.

Nem todas as penitenciárias são desorganizadas como a que eu estava, há sim tropas especiais de agentes femininas para contenção de motim nas unidades mais organizadas e maiores.

Meu primeiro contato com as presidiárias, foi já nos primeiros dias de curso, quando bem cedo, saia uma fila de mulheres maquiadas e de salto da penitenciária. Ser mulher já chama atenção, agora imagina ver uma mulher num local onde se tem uns 1500 presos mais uns 500 agentes, passando toda produzida pelos marmanjos.

Eu que tinha o folclore de como as mulheres dos presos são, ficava a imaginar o que essas meninas tinham na cabeça de ir passar a noite lá, de se envolver com esse tipo de gente. Mas então a ficha caiu, elas eram presidiárias em regime semi-aberto, que iam apenas dormir na penitenciária.

Alí naquela situação, elas chamavam muita atenção, mas se você as visse em outro ambiente, seria como cruzar com alguma mulher na rua. Algumas vocês achariam bonitas e teriam vontade de receber atenção dela, fantasiando parar a mesma e pegar seu telefone para ter um encontro romântico no outro dia. Outras passariam despercebidas por você e outras você desviaria para não passar muito perto delas.

Um outro momento que as vi também, foi quando elas estavam sendo encaminhadas para a oficina de costura que a unidade possui. Saiam em fila (6 a 8 garotas/mulheres) e subiam para o segundo andar do administrativo, onde fica a oficina. O que tenho de dizer de diferente aqui é que elas não usavam algemas e caminhavam "livremente" pela penitenciária, diferentemente de um preso masculino, que anda algemado para trás, tendo sempre um agente o acompanhando. E aí de algum agente masculino tentar espiar elas na oficina de costura, elas logo abrem queixa para as agentes femininas.

Um ponto que chama atenção também, é que a fila de mulheres não são compostas majoritariamente de mulheres feias e de idade avançada, e sim por mulheres mais novas (abaixo dos 30 anos). 

Se preparando para o dia de visitas. Fonte da imagem
Porém isso não significa nada, pois normalmente preso que trabalha e estuda nas penitenciárias não são presos de carreira, pelo menos tendem a não ser. Estão ali por terem cometidos aqueles cinco minutos de bobeira na vida. 

Outro ponto relevante é quanto a higiene do pavilhão, como eu havia dito nas postagens anteriores, os pavilhões que contém os bandidos mais perigosos são mais limpos, pois eles colocam os presos subalternos para fazer a limpeza das celas e corredores mas nem de longe é feita uma faxina como a que você ou sua mãe e esposa fazem em casa. Já no pavilhão feminino a higiene do recinto é bem melhor, as mulheres lavam tudo, desde paredes, corredores, portas e celas. Claro que não são todas dispostas a fazerem tal sacrifício, mas em comparação as celas masculinas a diferença é gritante.

Conversando com algumas agentes femininas, elas me informaram alguns hábitos das presas tais como: Andar nuas ou só de calcinhas pelos corredores e celas, muita, mas muita putaria entre as presas, acontecendo sexo quase 24 horas por dia e de maneira "consentida" diferente da ala masculina que na maioria das vezes não é consentida e não acontece em qualquer cela, só nas que são permitidas.

Há também um orelhão no pavilhão das presas, onde elas podem realizar e receber ligações! Sim isso mesmo que estão lendo. O orelhão não fica especificamente dentro do pavilhão, mas sim na porta e todas elas (que não estão de castigo) podem realizar e receber uma ligação por semana. 

Outro detalhe que me contaram também é que no pavilhão feminino não há superlotação pois a lei dos direitos humanos, de se ter uma pena digna, é mais forte a favor das mulheres. Se uma presa chega na penitenciária e não há mais vagas nas celas, em vez de jogar ela e amontoar um monte delas em uma cela, a penitenciária pede transferência dela ou de outra detenta, ou pede liberação dela ou doutra detenta para cumprir pena domiciliar, sem que ela precise procurar um advogado para lutar por esse direito.

Uma das regalias que me chamou muita atenção também, é que as detentas têm direto a um kit de maquiagem, pois elas não podem receber visitas de cara "limpa", isso denegriria a situação delas como mulher, perante a sociedade.

Concurso Miss Prisional Fonte aqui

Há também o concurso miss prisional, onde se elege a mulher mais bonita da prisão o concurso acontece em etapas sendo a final realizada em Belo Horizonte, não tenho muito a comentar sobre este evento pois não participei do mesmo, mas se procurarem na internete vão encontrar matéria sobre este evento, como nesta da uol: 

https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2016/06/11/presidiarias-brilham-no-concurso-de-miss-prisional-em-belo-horizonte.htm

É tudo bancado por você, cidadão honesto e trabalhador que não pode sair a noite de casa. 

E adianto, não é barato, pois a festa os eventos são grandes, duram dias, roupas, maquiagens, maquiadores, cabeleireiros, som, luzes, juízes, transporte, segurança, estadias, etc. Tudo bancado pela sistema penitenciário
 
Apresentação musical. Fonte da imagem
O pavilhão Feminino, possui mais dinâmica e atividades sociais, como teatros, palestras, apresentações artísticas de alunos universitários, visitas de ONGs e instituições religiosas, grupos sociais, cursos profissionalizantes, essas coisas.

Enfim, não tenho muito a acrescentar sobre a população carcerária feminina, uma porque não tive contato com elas, outra porque na unidade em que estava não é uma penitenciária feminina e tem apenas um pavilhão improvisado para guardar as infratoras maiores de idade. 

Ah sim, outra coisa. As presas grávidas ou que amamentam, são transferidas para o regime domiciliar ou são transferidas para uma penitenciária feminina que possui médicos especializados para acompanhá-las, como médico Obstetra, Pediatra, Ginecologista, e outros profissionais da saúde da mulher. Possuem fraldários e infraestrutura específica para abrigar crianças que ainda dependem da mãe para sobreviver.

Já ia me esquecendo de outro detalhe também, que estava revoltando muita gente nesta penitenciária. É que as presas têm permissão de trabalhar e fazer o serviço administrativo da cadeia. Isso estava gerando muita, como vou descrever, revolta nos agentes. Pois assim, as detentas estavam coletando informações pessoais dos agentes penitenciários e repassando informações a seus maridos e homens do tráfico a qual elas tinham contato. 

Espero ter contribuído de alguma forma para matar um pouco a curiosidade sobre as presidiárias, mas sinto que ficou faltando muita coisa. Se tiverem alguma curiosidade mais, me perguntem que vejo se consigo responder.



www.arquivos-virtuais.blogspot.com


 
   





 


   


7 de jun de 2017

Atualização Patrimonial Maio 2017 - R$ 111.114,27


 

Boa Galera!



Essas postagens de atualização patrimonial são muito importante para mim, sempre acabo descobrindo novidades e me atualizando sobre minha vida financeira e a dos meus colegas na finansfera.

Hoje, ao começar a redigir a postagem descobri algo super importante.

Dá para acreditar que já estamos chegando na metade do ano de 2017?

É incrível como o tempo voa e cada vez mais rápido. O tempo é relativo meus caros, eu tenho a sensação de não ter feito quase nada nesta metade do ano de 2017.

Bom, depois desta incrível descoberta de hoje, vamos ao resumo financeiro da minha carteira.

Resumo Financeiro


Para baixo e avante!

No mês de Maio, minha carteira decola e faz o segundo pior resultado do ano, -1,65%. Com destaque majoritariamente para qual classe de ativos? Vamos lá, pensem um pouco, vocês têm 3 segundos para responder ... .... ... 1 ... ... 2 ... 3!

Quem respondeu neobux não poderia estar mais redondamente enganado, a resposta certa é AÇÕES!!!

A carteira de ações não aguentou o tranco e caiu míseros -10,83%. Com destaque para as estatais, CIMG4 (-18%) e BBAS3 (-13%).   Depois deste estupendo resultado, minha carteira de ações que demorou 3 (TRÊS) anos para ficar no positivo, volta ao lado negativo da força, fechando o mês com resultado histórico de -2,40%

Na destaque positivo, está o neobux que por ser um investimento em dollar teve um aumento de 2%, porém tímido comparado a porrada das ações. FIIs segurou legal também (0,98%) até melhor que o Tesouro Direto (0,19%) mostrando mais uma vez, o poder que esta classe de ativo possui.

Abaixo segue os recortes de cada uma das classes de ativos:

Ações

FIIs

neobux

Tesouro Direto

Mas nem tudo foi choro no mês passado. Fiz meu melhor aporte do ano R$ 3.168,03. Isso se deve a uma graninha que estava juntando no site e há alguns dividendos e alugueis que estavam parado na conta da corretora.

Por falar em rendimentos, este mês recebi o total de R$ 1.433,22 de rendimento passivo, sem contar aumento de patrimônio, até porque neste mês foi negativo!
 

Resumo Pessoal


O mês foi relativamente tranquilo e passou voando, sem eu me dar conta. Rotina fixa, sem muita alteração, da casa pro trabalho, do trabalho para casa, casa da namorada, jogos de computador.

Estou sem carro, pois não paguei o imposto do veículo e tenho medo de sair com ele para ser preso e tomar uma multa, acredito que até o dia 15 eu consigo normalizar esta situação.

Eu já havia relatado nas postagens anteriores que eu estava de olho num sonho antigo, um pc gamer. Montei um no início de Maio, que me custou R$ 4.500,00 (e ainda não está completo, falta um monitor top de linha num valor de 2k). Tenho desfrutado pouco dele, muito pouco, por causa da minha falta de tempo livre, mas pelo menos já posso ficar os finais de semanas muito tranquilo em casa. Algumas vezes até torço para minha namorada criar esses joguinhos mentais femininos, brigar comigo e não querer me ver no FDS para que eu possa desfrutar melhor da máquina. 

Sim, sou extremamente viciado em jogos e estava anos sem poder desfrutar dos jogos Triplo A, e os MOBAs on line, que analogicamente é como o Crack na vida dos jogadores, você começa o dia fumando uma pedra (Jogando uma partida) e quando vê, fumou 70 pedras (jogou 70 partidas) em um único dia.

Atividades físicas no mínimo do mínimo possível. Fui caminhar no máximo umas 3 vezes no mês, andando cerca de hora em cada uma das vezes.

Meu irmão mais velho está com problema de saúde, me pediu ajuda para organizar seus arquivos de trabalho, o que irá me ocupar bastante. Espero que ele melhore e que não seja nada muito grave, irá fazer uma tomografia neste mês. Estou receoso.

Comecei a ler o biografia do Warren Buffett (A bola de neve). Biografias são sempre ruins de ler, pois são sempre romantizadas, os caras parecem meta-humanos. Mas filtrando o romantismo da biografia (que acredito que esteja muito na infância da criatura), o livro é muito bom para quem gosta do mercado financeiro, pois o Buffett é um ícone vivo para todos da área.

Porém, tudo que sabia dele até hoje é que o homem ficou rico, comprando ações baratas, abaixo de seu valor intrénseco fazendo buy and hold. 

Porém essa é só meia verdade!  

Vocês sabiam que o pai dele era rico, congressista americano eleito várias vezes e com influência no partido democrata? que Warren foi corno e cometeu pequenos furtos? Qua antes de fazer fortuna e fama no mercado financeiro, juntou fortuna abrindo e administrando empresas e ingressou no mercado financeiro com ajuda de altos valores econômicos da família e amigos?

Tem muita coisa boa neste livro, que mistifica e desmistifica (nas entrelinhas) o mago de Omaha. Apesasr de ter quase mil páginas, compensa dar lida na obra para entender melhor como ele fez fortuna, e não acreditar que ele se tornou um dos homens mais ricos do mundo fazendo apenas B&H.

Abraços e vamos que vamos.


Pessoal, minha conta Ad-Sense foi banido há uns 5 anos, e queria muito colocar ad-sense no blog. Alguém sabe como faço outra contra e incluo este blog nela?

O que estou devendo:

 

A fim de aumentar minha disciplina, como investidor e aprimoramento. Vou elencar alguns tópicos que acho relevante para meu crescimento como pessoa e investidor. Deixando eles como promessas para mim mesmo, que devo fazê-los.
São os temas escolhidos no momento:
  • 60 horas na prisão. Como é estar preso neste ambiente;
  • Análise da minhas ações em carteira;
  • Análise dos meus FIIs em carteira;
  • Atualização da página Carteira;

www.arquivos-virtuais.blogspot.com











 


 

16 de mai de 2017

60 Horas em uma penitenciária. Parte 5.

Senhores e Senhoras, dando prosseguimento a mais uma postagem, da série onde descrevo como foram minhas experiências e primeiras impressões sobre o ambiente carcerário em uma penitenciária do interior de Minas Gerais.

As outras postagens podem ser encontradas nos respectivos links: Parte 1, Parte 2, Parte 3 e Parte 4.

As Muralhas



Fonte:


Para começar, hoje vou falar de um dos setores mais entediantes e também um dos mais cobiçados pelos agentes que querem "morgar" o dia todo. Estou falando das "muralhas" e "guaritas". Existe em algumas penitenciárias, um grupo especial só para este posto.

"Curtindo a paisagem" Fonte aqui
Os muros que cercam as penitenciárias, são largos o bastante para que se caminhe sobre eles de forma cômoda e tranquila, com espaço o suficiente para atravessar mais de uma pessoa por vez nos corredores das muralhas. Além dos muros cercam as penitenciárias, é possível também andar sobre os muros que separam os pavilhões e celas, para que se possa ficar de olho nos presos, além de ser um suporte aéreo para as rotinas de abre e fecha cela que acontece o dia todo.

Os agentes que ficam neste posto, são uns dos poucos que possuem aval para usar arma longa no sistema carcerário.

O que posso dizer é que se trata de uma função, muito, mas muito entediante

Você fica o dia todo sentado em um banquinho velho, e de vez em quando sai para dar uma volta pelos muros, "apreciando a paisagem". Em cima dos muros, quando se passa pelas celas e pavilhões, você sente um cheiro forte, de suor, maconha, mijo e merda. Imagine todos esses odores misturados ao mesmo tempo!

É claro, há pavilhões mais limpos e outros não, como eu relatei nas postagens anteriores. Mais uma vez, o pavilhão dos presos sem condenação, é o pior para vigiar, pois o cheiro é forte e tem muito barulho. Em todos os pavilhões, basta você apontar o nariz em cima das muralhas que já se ouve logo os gritos

 - "Agente em cima da muralha... Caminhando para guarita 1 .... Agente olhando o pátio ... Agente caminhando pro fundo... Agente de olho... etc"

Os presos sempre gritam avisando os demais, sempre que um agente pisa o pés nas muralhas, gaiolas e corredores, avisando onde os ASPs estão, quantos são e o que carregam. Este é um hábito comum entre eles, que serve para evitar que sejam pegos em flagrante, usando celular, usando drogas, fazendo sexos, batendo em outros presos, cavando buracos, destruindo as paredes para pegar sua ferragem, negociando drogas e remédios, etc.  

Uma coisa que acontece sempre, é você ter de dar alarme sobre arremessos que acontecem da rua para dentro das penitenciárias, e acredite, acontecem o tempo todo. O pessoal passa de moto, de bicicleta, a pé, com pombos e até drones, arremessando celulares, drogas, armas e afins para dentro dos presídios.

Enfim, é um trabalho bem tranquilo e entediante, você fica o dia todo sozinho, sem cia de ninguém, sentado nas guaritas, andando, avisando pelo rádios sobre as chuvas (arremesso de objetos) que aconteceram no dia. O lado ruim além da solidão e do tédio, é que seu rosto é bem conhecido entre os bandidos, já que eles ficam lhe vendo, lhe encarando sempre que você passa pelos muros dos pavilhões. 

É claro, algumas vezes você tem de ter muita cabeça fria para evitar apertar o gatilho e fazer besteira com sua vida, pois ficar vendo meninos, meninas, mães, pais e bandidos ficarem arremessando porcarias por cima das muralhas, ficar ouvindo conversinha de preso, além do fato de uma eventual emergência, é você que tem a aram em mãos e os outros agentes estão de mãos limpas. Por isso, sempre deixar a arma travada, ou com as munições no bolso, para seu próprio bem.

 E aí, queria fazer parte deste esquadrão especial?

Logo, logo sai a parte 6. Vou escrever posts menores pois assim é mais fácil de escrever e postar no trabalho.

wwww.arquivos-virtuais.blogspot.com
 

9 de mai de 2017

Atualização Patrimonial Abril 2017 - R$ 109.806,61

Sem Conexão com o mundo real virtual
E aí moçada!

Antes de começar, quero deixar aqui minha sinceras desculpas e agradecimento ao pessoal que tem me cobrado para aparecer mais, com postagens e nos blogs dos companheiros do "milhão".

Como muitos já sabem, sou um cara já passado para a idade avançada (rompi a barreira dos 30) e que ainda mora em república, com mais 4 pessoas.

Acontece que neste mês um dos rapazes da república, resolveu abrir um frango assado, alugou um cômodo e levou a internete para lá. Como ela estava no nome dele, não houve o que pudéssemos fazer, a não ser pedir outra.

Internete hoje em dia virou recurso essencial na vida, como água encanada ou luz. O problema é que essas empresas que detêm o poder de usufruir e vender este recurso tão essencial da vida moderna, são, digamos, muito enroladas, para não dizer ruins de serviço. Fizemos o pedido de instalação dia 20/04/17 e até hoje 09/05/17 não vieram fazer a instalação da nova internete. Agora deixa eu ficar mais de mês sem pagar, para ver o que acontece.

Então, devido a esse pequeno detalhe, perdi o contato com a blogosfera e com meu blog também. E para piorar as notícias ruins, hoje quando começo a ler os outros blogs, descubro que o Viver de Construção vai encerrar seu blog!!!

Puxa vida, muita gente boa saindo de cena, é um movimento que começou no meio do ano de 2016 e não quer mais parar. Muitos blogueiros ícones da "finansfera e afins" encerrando seus blogs. Digo afins, pois a finansfera sempre posta algo mais do que finanças, tem muita gente que instrui sobre qualidade de vida, estilo de vida, amadurecimento pessoal, empreendedorismo e outros assuntos também em seus blogs. 

Tem muita gente nova chegando também, mas o carisma e a imagem do indivíduo fazem diferença. Ler a finansfera esta quase como assistir Fórmula 1 sem o Ayrton Senna, ver MMA sem o Anderson Silva e o Vitor, assistir Arquivo X sem o Fox Moldem, ver filmes de vampiros que brilham no sol em vez de serem vilões astutos e profundos, etc. Tenho saudade de muitos blogs que fecharam!

Bom, feito logo essa ressalva e um pequenino desabafo que ninguém precisava ficar sabendo, vamos aos números:

Ações

Ações
Minha carteira de ações ficou quase no zero-a-zero, pendendo um pouquinho pro lado negativo por causa de má alocação dos recursos intra classe. GUAR3 por exemplo, só este mês subiu estupendos 22%, porém CMIG4 caiu -9,18% levando todo o lucro embora. Dos setes ativos que eu tenho, 4 ficaram no campo positivo (GUAR3, NATU3, KROT3, ITSA3) e 3 no campo negativo (BBAS3, CMIG4, BVMF3).

Analisando esse pequeno caso, e deste pequeno valor esdrúxulo, fico me perguntando se essa euforia toda que estão fazendo por aí, de que se as reformas passarem a bolsa voa ao infinito e além. A bolsa aqui sempre andou de lado, uns ativos sobem 20% e outros caem 15%, já no ciclo de baixa é o contrário, uns caem 20% e outros sobem 15%.   

No Brasil, estou tendendo a acreditar, que só a gestão ativa de portfólio para dar resultados realmente satisfatórios. Porém é aquela coisa, estudos americanos mostram que gestão ativa de portfólio, no longo prazo não vale o esforço, mas e no Brasil, vale o esforço ou mata de vez o investidor/apostador?

Ou será que estou enganado? O que acham, esse é o momento de virada no mercado capitalista brasileiro?  

FIIs

Fundos imobiliários

Segundo mês seguido do rendimento negativo na carteira de FIIs. Dessa vez puxado pela queda expressiva do KNRI11. Suas cotas estão voltando a linha de seu valor patrimonial, além é claro, da oferta em andamento ao mercado que o KNRI11 está costurando (5º emissão), oferendo ao mercado cotas do próprio fundo ao valor de R$ 144,65. É bem mais rentável, vender suas cotas acima de R$ 150,00 e comprar depois por R$ 144,00 do próprio fundo.

E cada coisa que vejo no mercado! 

Renda Fixa

Tesouro Direto
Sofrendo com a queda da taxa selic, mas seguindo em frente forte e firme. Mesmo com lucros "irrisórios" de 5% ANUALMENTE acima da inflação, que no fim das contas fica em torno de uns  3% a 4%, é a melhor segurança para um investidor passivo. 

Investidores de gestão ativa tem os famosos Hedge com opções, mercado futuro e câmbio, mas para quem não tem tempo e nem grana, pois essa estratégia que está sendo tão difundida agora, (pela empiricus e seguidores), você precisa ter uma carteira de investimentos bem robusta para compensar os gastos no hedge e nas transações ativas da carteira.

Neobux

Neobux

Com o aumento do câmbio, o valor patrimonial da minha conta no site também aumenta, sem contar que os proventos também aumentam. Neste mês, acabei investindo mais um pouco na minha conta, alugando mais 150 referidos. Em linha com minha estratégia de ir sacando e investindo uma parte dos lucros no site

Consolidado Geral



 
Consolidado


Minha carteira vem subindo em ritmo bem ameno, mesmo com todo rali da bolsa do ano. Isso se deve ao caráter de alocação da mesma, que possui 5 classe de ativos, onde no momento apenas 4 estão ativos. 

Demorei mais de um ano e meio em aportes, para equilibrar a macro alocação da carteira, ainda falta a alocação intra classe. Não é hora de perder a disciplina e correr tentando fazer uma alocação mais agressiva, ou uma gestão mais ativa da carteira. Tenho certeza que este foi e ainda é uma oportunidade no tempo e espaço na vida do investidor, para mirar em lucros altos e gordos, mas isso já é para as pessoas que vem fazendo seu dever de casa desde o início, estudado bastante, fazendo uma boa gestão de classe de ativos desde o início,  que estavam líquidos com boa reserva na renda fixa. 

O que de fato não é o meu caso, muito pelo contrário, comecei minha vida nos investimentos de trás para frente, focando em rendimento em vez de acumulação, alocação e segurança patrimonial. Mas eu ainda tenho tempo para corrigir, só não sair dos trilhos. 


Alocação

Proventos

Já na parte de proventos, estou indo muito bem este ano, como fui no ano passado, a questão agora é: 

"Será que consigo quebrar a marca dos 8K em rendimentos?"

Tenho pouca fé que isso vá acontecer este ano, ou no ano que vem, mas já vislumbro os 9 mil de rendimentos anuais em 2019.


Abraços e vamos que vamos

O que estou devendo:

 

A fim de aumentar minha disciplina, como investidor e aprimoramento. Vou elencar alguns tópicos que acho relevante para meu crescimento como pessoa e investidor. Deixando eles como promessas para mim mesmo, que devo fazê-los.
São os temas escolhidos no momento:
  • 60 horas na prisão. Como é estar preso neste ambiente;
    • Já estou na parte IV
  • Análise da minhas ações em carteira;
  • Análise dos meus FIIs em carteira;
  • Atualização da página Carteira;

  www.aqruivos-virtuais.blogspot.com

10 de abr de 2017

Atualização Patrimonial Março 2017 - R$ 106.878,16

Boa Galera!

Atualização rapidinha, para poder participar do ranking do mestre dos centavos.

Ações!


FIIs


Neobux!


Renda Fixa!


Rendimento Geral da Carteira!


Alocação geral
Como podem ver pelos números vermelhos acima e também comparando o valor total do mês passado.

Minha bufunfa recuou este mês, tendo um retorno negativo em todas as classes de investimento.

Quero fazer uma ressalva aqui sobre a renda fixa, pois até ela está com rendimento negativo.

Isso se deve ao fato que eu estava computando o valor total bruto que eu tinha, e não o líquido, já descontando o imposto retido, que varia de 15% a 22,5%.

Este mês eu quase tive que fazer uma retirada da minha carteira, de valor alto, e quando estava fazendo as contas notei que se eu retirasse todo o dinheiro que tinha no tesouro direto, iria vir faltando mais ou menos uns oitocentos reais, que no caso seria os impostos cobrados. Então resolvi já incluir esta conta na carteira, para não ter uma pequena surpresa nessas horas.

Estou fazendo a postagem no trabalho, então não vai dar para escrever muita coisa dessa vez.


www.arquivos-virtuais.blogspot.com

20 de mar de 2017

60 em uma peniteciária - Parte 4

Bom pessoal.

Dando continuidade a série, onde conto minha experiência sobre o curso de formação técnico-profissional de agente de segurança penitenciário (ASP), onde tive de frequentar uma penitenciária por 60 horas.

A parte 1, 2 e 3 podem ser encontradas respectivamente: Parte 1, Parte 2 e Parte 3.

O pavilhão dos presos sem condenação


- Bem vindo ao inferno!! Eram os gritos de boas vindas. Link da Fonte da imagem aqui.


Depois de passar pela estadia na enfermaria, jurídico e cartório, nos pavilhões mais novos, com presos condenados, no pavilhão da escola onde habita os presos mais antigos e os chefes das organizações criminosas, é hora de adentrar os corredores do pavilhão dos presos recém chegados, ou que aguardam sua condenação.

Este era o pavilhão onde tinha acontecido o motim logo no primeiro dia que chegamos, é o pavilhão onde se houve gritos e barulhos o dia todo, muito diferente do silêncio dos outros pavilhões ainda mais para mim que estava há dois dias preso na atmosfera silenciosa e tenebrosa do pavilhão escolar.

Já logo na entrada deste pavilhão, o choque das realidades pode ser percebido. O cheiro de suor e merda humana já adentrava as narinas, o chão era sujo, emporcalhado com poças de água parada e suja que estavam alí há dias. Eu fiquei com medo de passar por cima dessa água suja e parada, com meu tênis, com medo de molhar meus pés e pegar uma doença, talvez até incurável. Mas era o única caminho a ser seguido.

Era o pavilhão mais antigo da penitenciária, nele não há aquele corredor longo cheio de grades que antecede a gaiola e os corredores das cela, ao atravessar a primeira porta de grade do pavilhão, você já dá de cara com o corredor cheio de celas, são dois andares cheios de celas. O prédio tem forma retangular, com o pátio de banho de sol separando as celas do lado direto, das que estão no corredor do lado esquerdo.

Os presos ao verem os novatos, com suas camisetinhas brancas chegarem, começam sua recepção de boas vindas aos novatos!!

Eram centenas de presos gritando, cuspindo, xingando, batendo nas grades e os pés no chão com força. Pude sentir o chão sobre os meus pés tremerem, não ouvia uma voz sequer dos meus colegas de equipe, estavam todos mudos, enrijecidos, apenas caminhavam para frente seguindo o falcão.

Se não tivesse a presença dos novos recrutas alí comigo, mais 34 aspirantes e três APS eu não teria conseguido atravessar aquele corredor como o fiz. 

Quanto mais adentrávamos o corredor, pior era a sensação. O barulho era ensurdecedor, o piso do corredor tremia, eram dezenas de presos dentro de cada cela. Eles chutavam as grades e as paredes das celas, eu torcia e rezava para que elas aguentassem e não quebrassem. 

O fim do corredor foi a parte mais tensa, a única saída estava a centenas de metros de distância, eu olhava para trás e via todas aquelas grades batendo, as paredes e grades tremiam com os golpes que recebiam. Dava para ver com exatidão as paredes e grades em vergalhando um pouco, eram dezenas que pareciam centenas nessa situação. 

O cheiro de maconha e suor irritava as narinas, o cheiro da erva queimando estava em todas as celas e estas exalavam esse bafo de maconha, suor e calor.

Na hora não sabia como, mas grades seguraram a fúria dos presos, e chegamos ilesos a gaiola de entrada do corredor, muitos recrutas tinham marcas de cusparadas em suas roupas e braços, eu tive a sorte de não ter nenhuma.

https://aldoadv.files.wordpress.com/2009/12/penitenciaria.jpg
Eu saí da gaiola para respirar, tomar um ar, passar uma água no rosto e tomar um pouco de água. Muitos, senão todos os recrutas da equipe fizeram o mesmo.

Passado esse momento de apresentação aos presos, o barulho foi abaixando, e os pontapés nas celas foram cessando. O presos riam e faziam comentários altos quase gritando sobre nós, eles se divertiram passando medo em mim, em nós todos da equipe.   

De certa forma, os presos sabem que os novatos têm medo deles, de andar pelos os corredores, eles se aproveitam e se divertem com isso, com o passar do tempo isso ficou bem visível para mim, para nós todos. Essa desgraça de gente, usa toda sua inteligência e artifícios para a maldade.

Nas outras vezes em que entrava no corredor para tirar algum preso, ou ouvir reclamação da alguns, era comum ouvir comentários do tipo: " - E aí verdinho, soltou barro a primeira vez que me viu?; - De vagar aí, senão a cela vai quebrar". Os comentários viam cheios de gargalhadas e risos da cela toda.

Com passar do tempo você vai ficando mais tranquilo e os presos quando notam que eles intimidam menos, acabam diminuindo as agressões físicas, verbais e mentais. Mas confesso que durante os dia em que estive neste pavilhão, sempre tive medo de entrar em seus corredores, celas superlotadas (igual da foto), preso xingando e batendo na grade sempre que você passa, corredor exalando maconha. Eu e dois companheiros conseguimos permissão para adentrar só nós três no corredor, queríamos ver como é a sensação, já que no dia a dia é este o número de agentes que entram nesses corredores. Não é uma boa sensação, não mesmo, pode se acostumar com isso sem problemas, mas de fato, te afeta muito de maneira inicial. Passar por centenas de presos que ficam te encarando, mostrando as tatuagens de palhaço que carregam com orgulho pelo corpo, estufando o peito e lhe ameaçando com o olhar. Demora-se a acostumar com este ambiente.

O pátio deste pavilhão era totalmente destruído, marcas nos muros de vandalismo, marcas de roubo dos vergalhões de aço que fixam as muralhas expostas, mas já sem os vergalhões pois os presos usam esses materiais para fazerem armas artesanais. Pichação do PCC no chão, e nas paredes, desenhos de curingas por todos os lados. Havia um muro que separava o pátio em dois, para separar os presos durante o banho de sol, mas só restava a base e alguns tijolos deste, que fora destruído a pontapés e teve sua ferragem arrancada para produção de armas. 

Durante uma de minhas conversas com os agentes que trabalhavam neste pavilhão, perguntei se eles não tinham medo dos presos quebrarem as grades, já que quase quebraram elas quando nós chegamos, a resposta dele foi a seguinte: " - Cara, na verdade elas já estão quebradas, durante aquele motim que teve na segunda, quando eu subi no segundo andar para trancar a gaiola, os presos estavam todos nos corredores, com as blusas tampando seus rostos e com suas facas e ferros em mãos, essas celas estão quebradas há tempos, eles abrem e fecham isso a hora que querem"

Já podem imaginar como eu me senti, após saber deste fato!

Neste setor há também o setor de triagem, quando a unidade recebe um novo preso, ele é levado a este setor, onde guardam os pertences do preso, e lhe dá sua nova roupa e o encaminha para alguma dessas celas, onde ele irá aguardar seu julgamento ou seu advogado. Há poucos meses atrás, todos os presos tinham a cabeça raspada e tomavam um esguicho de água fria, mas hoje em dia só pode ter o cabelo raspado o preso que pedir ou concordar com isso, o esguicho ninguém quer mais tomar.

Este setor tem muitos problemas, pois há muitos viciados que chegam da rua e ficam nessas celas, pelo cheiro, acredito que maconha não deva faltar para eles, mas as outras drogas são mais difíceis para se conseguir. As organizações do crime, proíbem a venda de crack na cadeia, só alguns presos tem permissão para vender crack e cocaína nas penitenciárias, assim fica mais fácil de controlar o rebanho deles nestes estabelecimentos. 90% dos viciados fazem qualquer coisa por uma pedra de crack.

E quando a síndrome de abstinência atacam esses indivíduos, o que acontece frequentemente, acontece muita bagunça nas celas, brigas, presos que passam mal, que gritam e berram a dia todo. É sem dúvida alguma, o pior local para se trabalhar na penitenciária em que eu estava.


É muita, muita coisa para contar e sinto que não consigo expressar bem como realmente foi a experiência, mas estou tentando. É muito detalhe, muita coisa, uma estrutura complexa para se contar, sinto que vou chegar até a parte 10. Tem muita coisa que ainda quero descrever como foi, e a minha percepção sobre a rotina e vida dos presos.

Em breve, sai a parte 5. Aqui foi a realidade foi mais próxima do que vemos aí nos sensacionalismo da mídia.    

www.arquivos-virtuais.blogspot.com
 

  

 

 

  


9 de mar de 2017

Atualização Patrimonial Fevereiro 2017 - R$ 108.910,64

Hora de contar os centavos!!

Fim de Fevereiro chegou (na verdade já passou há dias) e está na hora de contar os centavos há mais, que possuo.

Normalmente, Fevereiro é um mês agitado para a maioria das pessoas, tudo por causa do carnaval, mas para mim, foi um mês normal, sem agitação, sem nada de novo na rotina. Acho, no verdade tenho quase certeza, que minha vida está pacata demais.

Entrei em uma certa rotina, que a vivo dia após dia, semanas após semanas, onde todas as minhas ações são as mesmas, e estas são sem serventia alguma praticamente, não há evolução em estudos, em conhecimento, em leitura, físico ou social.

Resumo Financeiro


Minha carteira de investimentos, acredito que assim como a de todos, vem subindo de forma espetacular, bem acima da média histórica, nesses últimos meses. De acordo com a planilha do além da poupança, minha carteira teve um aumento de 4,3%  este mês. É muita coisa, mas muito mesmo ter um aumento destes em um mês.

Se fosse há uns dois-três anos atrás, eu ficaria estupendamente feliz por isso. Entretanto hoje sei que estes aumentos mensais não significam praticamente nada, pois eu tenho uma gestão extremamente passiva de investimento. Um mês é um horizonte muito pequeno de tempo, apenas o rendimento anual é que tem um resultado relevante para mim.  Pois eu não vou tradar esse lucro fenomenal de 4%, embolsar o lucro e correr atrás de outra oportunidade de curto prazo, esse lucro vai ficar alí, parado na carteira e quem sabe não ser devorado no mês de Março, Abril ou Agosto.

Resumo Geral

Ações

A carteira de ações teve o desempenho mais significativo de todos, dentre as classes de investimentos que possuo. Elas estão voando, e já acumulam alta de 22,30% este ano. É muito, muito mesmo. Eu não queria que elas se valorizassem tão rápido assim, causa uma certa desconfiança, porém este é o "meta" dessa classe de ativos, caem muito rápido e decola bem rápido também, não há nada a fazer a não ser ficar monitorando, ou ficar se lamentando de não ter investido mais em ações no passado. 

heheheh

Tudo bem, sei que não havia como prever essa alta e nem tem nada garantido que ela continue, e mesmo assim com toda essa alta, no histórico geral, ações não superam os outros investimentos, elas conseguiram igualar a eles.

Resolvi compra 70 ações de KROT3 em Fevereiro, desde Junho do ano passado não aportava em ações.

Ações

FIIs

Bem, não há muito o que se falar aqui sobre os FIIs, apenas que meu mais recente fundo imobiliário tomou uma taca, o FEX11B. Está correndo sério risco de ter uma parcela de suas aplicações não serem pagas, por uma determinada empresa caloteira. Mas por incrível que pareça, isso não foi refletido em suas cotas, que continuam se valorizando! Não houve aporte nos FIIs por este motivo, já que devo aportar exclusivamente no FEX11B, até que ela atingir a proporção "ideal" na carteira.

Acho que não tem nada que abale a confiança das pessoas, quando os números em seu home broker estão tudo em azul.


FIIs

Neobux e trades

Bom, trades deve fazer mais de ano que não faço, mas tenho uns dois mil reservado para isso. Já o neobux, como é investimento em dólar e este vem caindo sistematicamente, sua valorização foi negativa, assim como no mês passado. Mas continua me retornando bons proventos, acima de R$ 500,00 reais mensais, como este é o foco dele, me retornar proventos altos, não tenho do que reclamar.

Neobux!!

Renda Fixa


Teve um excelente aumento, cerca de 1,5%. Graças aos pré-fixados, que tenho (LTN23,LTN18). Porém, como vou segurar os títulos até o vencimento, essas valorizações altas na renda fixa não significam muita coisa. O que faço é diversificar 30% em cada classe, entre selic, pré e pós fixado, para que não tenho surpresa de o rendimento vir negativo ou abaixo do CDI.

Tesouro Direto

Resumo Pessoal


Não há nada de novo a ser contado aqui, como comentei no começo da postagem, minha vida atingiu uma rotina e dela vou seguindo dias após dia. Continuo ficando com a mesma menina e como ela mora sozinha, acabo dormindo na casa dela umas 3 a 4 dias da semana. O que me acaba tomando meu tempo para certas atividades, mas ao mesmo tempo maximizando outras atividades. =D

Nos outros 3 a 4 dias que ficou na república, acabo destinando minhas horas para jogos e vou caminhar uma ou duas vezes na semana. Sei que preciso aumentar a carga de exercícios físicos, ou na quantidade de dias ou no tempo de execução das atividades. Porém ando sem entusiasmo para tal promoção.

Quanto a e leitura e estudo, estão tudo parado. Nem um livro lido este ano, falto este que neste início de mês começou a me incomodar. Sempre vejo no ônibus algumas meninas e mais raro, meninos lendo livros no ônibus, aproveitando aquela meia hora no busão para alguma coisa. 

Estou pensando em fazer o mesmo, mas será que consigo aproveitar e anexar a leitura a minha mente, no barulho e no chacoalhar do busão? Dificilmente., não tenho boa concentração.

O que estou devendo:

 

A fim de aumentar minha disciplina, como investidor e aprimoramento. Vou elencar alguns tópicos que acho relevante para meu crescimento como pessoa e investidor. Deixando eles como promessas para mim mesmo, que devo fazê-los.
São os temas escolhidos no momento:
  • 60 horas na prisão. Como é estar preso neste ambiente;
    • Já estou na parte III
  • Análise da minhas ações em carteira;
  • Análise dos meus FIIs em carteira;
  • Atualização da página Carteira;

www.arquivos-virtuais.blogspot.com

21 de fev de 2017

60 Horas em uma penitenciária. Parte 3.

Dando continuidade a série, sobre meu estágio em uma penitenciária de Minas Gerais, onde a primeira postagem e a segunda podem ser conferidas, aqui e aqui.

A enfermaria


Típica rotina de trabalho do local. Fonte aqui.
Como já é sabido por todos, preso tem direito a saúde, dentista e acompanhamento médico. Como eles não podem ir até os postos de atendimento, os postos de atendimentos vêm a eles. Dentro das unidades, há sempre (quase sempre) uma enfermaria, equipada com aparelhos e profissionais da saúde: médicos, enfermeiras, farmacêutico, dentistas, profissionais da saúde em geral. 

Algumas unidades são melhores equipadas, outras não. A que eu estava possuía todos os profissionais que listei acima, quase todo o corpo de profissionais deste local era composto por mulheres, tendo apenas um ou dois ASPs realizando a segurança do local.

Uma das grandes dores de cabeça dos gaiolas (ASPs que tomam conta da gaiola: área limite do ponto crítico (celas) com a área de segurança) são as dezenas de "caô" que os presos ficam enviando para eles. Caô são bilhetinhos que os presos deixam com os gaiolas, solicitando atendimento (médico, jurídico, educacional, visitas íntimas, etc) muitos contendo uma boa dose de mentira e enrolação, outros não.

As enfermarias, são minas de ouro para os presos e para o comércio entre eles. Como os presidiários possuem direito a remédios e as unidades de tratamento possuem remédios importantes para o "convívio social deles" não era de se esperar outra coisa. Estou falando dos remédios taxa preta, controlados e outros de mesma natureza. Remédios que são usados como drogas, para provocar as "viagens", para potencializar os efeitos das drogas, os que misturados com outros, ou tomados em grandes doses provocam efeitos psicodélicos ou psicotrópicos.

Os presos gostam tanto de remédios que há até uma expressão dos agentes penitenciários: "Com um vidro de Tylenol, você segura uma rebelião". 

Os diretores até que tentam realizar um controle destas substâncias e remédios, mas por lei não podem negar remédios aos presos, sem contar que alguns presos conseguem via jurídica para receberem tantas doses de determinado remédio. Ainda mais pela condição carcerária deles, é relativamente fácil para um preso conseguir pela justiça o direito de fazer usos desses medicamentos, para aliviar seu traumas e stress. 

Há sim o atendimento a presos que estão realmente doentes, com doenças graves ou menos grave, mas o comércio de remédios existe e é bem rentável na cadeia, tanto para os presos tanto para os funcionários.  Vocês conseguem ler nessas entrelinhas o que quero dizer, não que eu tenha visto, apenas escutado histórias.

Uma das coisas que os presos gostam de fazer também, é mostrar o pênis para as enfermeiras. Eu devo ter levado uns 10 presos para atendimento médico nas partes íntimas. Alguns (quase todos) presos ficavam algemados para a frente, e as próprias enfermeiras tinham que tirar a calça e cueca do indivíduo, para pegar na rola do preso. Eu tinha que ficar no consultório, protegendo a integridade física da enfermeira, acabava vendo essas cenas (homem pelado é que mais se vê nas cadeias). Algumas vezes elas faziam com gosto, outras vezes com nojo. Alí pude notar como mulheres agem em relação ao tamanho do órgão masculino, experiência ao vivo e em loco. 

Normalmente a cara, o sorriso, higiene e a conversa do preso faziam com que elas fossem mais receptivas a consulta, o cheiro incomodava muito elas, a aparência e tamanho também. Ou talvez foi apenas viagem e minha imaginação tendenciosa. O fato é que havia sim diferença no tratamento dos presos, diante deste tipo de consulta, os motivos não posso afirmar quais eram, apenas suspeitas tendenciosas ao folclore urbano.  

Fonte: aqui
Não quero dizer que presenciei mamadas e relações sexuais, apenas que algumas vezes elas faziam uma vistoria mais detalhada, ficavam mais tempo segurando o órgão, algumas vezes faziam perguntas clínicas segurando o phalus, esboçavam sorrisos, na maioria das vezes nem olhavam direito. Uma grande parte do público de presos são compostas por moradores de ruas, viciados que nem banho tomavam, doentes aidéticos, mendigos, aleijados. Há também a outra parte, presos fortes, musculosos, jiu jiteiros,  chefes de tráficos, brigões de bar, ratos de academia, lutadores de muay thai, etc. Até um ex vereador da cidade eu encontrei lá dentro. Sem contar que tem muita rotação de preso, é gente entrando e saindo presa o tempo todo, e na penitenciária havia mais de 1000 presos, onde uns 300 rotacionavam por mês. Tenho uma leve suspeita que essas meninas e mulheres viam e seguravam mais pênis que muita garota de programa por aí.

Na enfermaria também há celas, normalmente presos que precisam de tratamento médico especial, X9, presos marcados para morrer, estupradores de menor, ou então estão se recuperando de uma bela surra que tomaram de outros presos, ficam acautelados na enfermaria. Em geral, presos que precisam de seguro e não tem onde colocá-los.

Na semana em que estive lá, notei que a rotina é bem, mas bem mais leve do que as dos postinhos de saúde públicos. Não há filas, pessoas doentes caídas pela chão, cadeiras ou macas nos corredores. Ficam no máximo um ou dois presos recebendo atendimento na enfermaria, após o atendimento terminar é que elas (enfermeiras) dão autorização para buscar outro preso para o atendimento. Há também um limite máximo de presos que elas atendem por dia, acredito que cada uma deve atender no máximo uns 5-7 presos por dia, não posso afirmar com precisão os números, mas sei que não é muito, sempre que chegava lá havia uma roda de conversa, claro, casos graves se abre exceção. Os agentes penitenciários, não gostam também de ficar entrando em corredores e celas lotadas, para tirar preso para o atendimento, então nem eles nem elas reclamam da falta de atendimento clínico.  Acredito que durante as campanhas de vacinações, o trabalho é um pouco mais puxado, eles possuem direto prioritário de receber vacinas, por estarem em ambiente confinado.

Quando há casos mais graves, ou quando não há especialistas no unidade, os presos são escoltados até os hospitais públicos. Eles, os presos, possuem atendimento prioritário e passam na frente de todo mundo, não importa o tamanho da fila que a unidade de saúde pública possuí, eles sempre são atendidos rapidamente. 

Jurídico e cartório


Essa parte, infelizmente eu não tenho muito o que falar. Só fui duas vezes a estes locais, não tive muito acesso a este departamento penitenciário. Nem fotos eu encontrei na net, então vamos ter de exercitar a imaginação.

Uma coisa que vamos ter em mente é que advogados são semi-deuses para os presos, eles são quem ajeitam suas vidas dali para frente. O atendimento ao jurídico e ao cartório, são também fontes de muito caô, os bilhetinhos dos presos para os agentes de segurança penitenciários. Jurídico e cartório são departamentos diferentes também.

O Jurídico é onde os advogados contratados pelos presos atendem e são muitos. Eles, os advogados, são imunes as leis penitenciárias. Podem entrar e estacionar seus carros dentro das penitenciárias, podem andar sem escolta (ASPs) pela penitenciária, não podem sofrer revistas, não podem ter seus pertences revistados, possuem salas com acesso a internete, podem usar celular dentro da penitenciária, possuem café e lanche da tarde bancado pela unidade penitenciária. 

Vou tentar descrever um pouco o prédio e ala jurídica. Eles possuem um prédio, afastado dos demais pavilhões dos presos, não muito. O prédio tem a sala de espera, onde os advogados ficam aguardando os agentes trazerem os presos para o atendimento. 

A sala está equipada com mobiliários, como sofá, filtro, garrafa de café, mesas, copos descartáveis, uma televisão lcd, duas baias com computadores conectados a net. Normalmente, eles ficam conversando fiado, no telefone ou navegando na internete enquanto aguardam seus clientes. Não são mobiliários novos, e nem os pcs são de última geração. 

Já logo quando entrei no local, fui estranhamento abordado por três advogados com seus ternos, gravatas e pastas. Eles vinham com jogos de perguntas sobre como os agentes estavam no dia, de como ouviam barulhos estranhos vindo dos pavilhões, que tinham visto presos mancando, o que eu achava das leis carcerárias e de como os presos são tratados. Se eu achava certo punir quem já estava sendo punido pela sociedade, tentei ficar calado, não por ser velhaco com as artimanhas deles, apenas por que estava me sentindo oprimido. Sentia que eles estavam procurando algo para usarem a favor de seus clientes, ou para ferrar alguém alí. Eles eram eloquentes, bem articulados  e eu, um sujeito do interior sempre fico acanhado e sem jeito diante de pessoas assim, normalmente acabo ficando mudo diante dessas pessoas. Como mecanismo de defesa social, para não dar muita bobeira, gafes, ou medo de me passar como idiota.

O agente que estava me instruindo, logo me tirou para longe dos advogados e me recomendou ficar bem longe deles, alertando que é bem comum eles abrirem processos contra os ASPs. 

Quando o Agente chega com o cliente (preso), o advogado se levanta e o conduz para uma corredor, cheios de salas, as quais possuem um vidro (janela que não abre) que dá para este corredor, sua medida deve ser de 25 cm x 25 cm. Nesta sala, só é permitida a entrada do advogado e do preso, o agente penitenciário deve ficar do lado de fora, para não ouvir a conversa e nem ver os detalhes do que se passa no atendimento, apenas observando pela vidraça do lado de fora. Se o advogado passa algum celular para o preso, ou outro material proibido no estabelecimento, o agente tem de responder no cartório, sobre sua postura e falta de atenção na hora de conduzir um preso para o atendimento.

Já o departamento que eles chamam de cartório, é onde os presos fazem as denúncias de maus tratos, agressões verbais e físicas que sofrem dos agentes penitenciários. Se o agente não fez seu trabalho de ouvir e atender os pedidos dos presos, se eles lhe faltaram com respeito, se agrediram, ou tiveram atitudes agressivas com as visitas, etc. É uma sala que possui um movimento considerável, tanto de presos fazendo as denúncias, como de agentes que têm de darem as devidas explicações para seu desvio de conduta. 

Os agentes não têm acesso aos advogados e analistas jurídicos que a penitenciária possui, eles só atendem as solicitações dos presos e abrem processos contra os agentes, ou fazem trâmite jurídico de redução de pena para os presos.

Está ficando mais extenso do que eu imaginava, ainda vou ter de fazer a parte 4 e quem sabe a 5, para terminar minha experiência. Se quiserem que eu pare, para não ficarem enchendo o blog roll de vocês com assuntos que não é pertinente a blogosfera, é só dizerem. Ou então, se possuem alguma curiosidade sobre estes estabelecimentos que não estão sendo contempladas neste humilde relato.

www.arquivos-virtuais.blogspot.com