9 de jan de 2017

Atualização Patrimonial Dezembro 2016 - R$ 98.207,71

Primeiramente só vou me desculpando com o pessoal.

Só vou postar a tabela de atualização para poder participar dos ranking, do Mestre dos Centavos e do Viver de Construção.

Estou com o maior desleixo com minhas finanças, na verdade com tudo neste mês de Dezembro. Tirei o mês todo para não fazer nada, absolutamente nada.

E este comportamento está se estendendo para Janeiro também. Preciso tomar cuidado e voltar a vida normal. Nem passando roupa estou!

Segue a planilha

 
www.arquivos-virtuais.blogspot.com

2 de dez de 2016

Atualização Patrimonial Novembro 2016 - R$ 96.848,38


O Pai pai Noel da Coca está chegando!


Estamos chegando na reta final do ano, e eu nem acredito que passou tão rápido.

Parece que foi ontem que o ano começou, e já está a terminar. Este é o penúltimo fechamento do ano.


 Resumo financeiro

Indo aos trancos e barrancos, mas ainda no campo positivo de valorização de capital. Acredito que eu tenha uma das piores rentabilidade da blogosfera, mas mesmo assim estou muito contente, pois tudo indica que vou conseguir ficar no positivo e ainda por cima bater a inflação. Se isso acontecer, vai ser a minha primeira vez! =D

Torcendo muito para que a primeira vez chegue logo!

Ações! Mês conturbado

Este foi o 3º pior mês para mim, nesta classe de investimentos, com aumento patrimonial de  -5%. Com destaque para a CEMIG, que caiu cerca de -14% no mês. Até aí nada de mais, CEMIG é a ação onde tenho maior valor aplicado em ações. É de longe o investimento que mais me deu prejuízo.

Mas apesar dessa queda, está tudo tranquilo, tive retorno este ano de 45% nessa classe, porém creio que vá cair mais um pouquinho agora em Dezembro, normalmente, o último mês do ano as ações sempre dão uma caída. Tudo tranquilo, mas espero que em 2017 eu consiga mudar o jogo e colocar uma rentabilidade histórica positiva na renda variável.

Nem os FIIs seguraram a queda

Queda de -2,5% este mês, com destaque para o KNRI11. Este estava mesmo com o preço de suas cotas muito esticado, em completo distrato com os outros fundos de lajes que costumo ficar de olho. Fiz meu aporte do mês neste FII e de cara já comecei com -4%. É incrível como pego na veia os topos, mas tudo bem, daqui 10 anos espero que ele ainda continue de pé, me dando alguns trocados em aluguéis.

Este está aí, sempre me ajudando nas horas mais difíceis

O Site com ajuda da alta do dólar, segurou a carteira e ainda aumentou meus proventos este mês. Apesar deste ano não ter tido uma grande valorização patrimonial, ele ainda é de longe o investimento mais rentável que fiz na vida. Tendo 28% de aumento de patrimônio histórico e 64% de ROE, só em proventos.

Tesouro Direto. Melhor desempenho do ano

Aumento de 3,69% no mês. O maior aumento que tive nessa classe de ativo, com destaque para os IPCA 2019, que teve uma valorização de 7%. Quase vendi só para ter o gostinho de embolsar esse lucro. rsrsrsrsr

Teria sido também, meu melhor trade da vida! 

Rumo aos 100k!

Minha carteira está prestes a chegar na barreira dos 100 mil. É uma marca simbólica, mas muito importante pra mim. Sei que com minha idade avançada (31 anos) não vou conseguir chegar a 1 milhão em vida, entretanto pretendo chegar bem perto.

Em resumo,  mês de novembro foi:

Ações derreteram, FIIs caíram, porém internet e tesouro direto seguraram legal, e consegui ficar positivo em 0,27%. Muito legal ver essa dinâmica, minha carteira possui dois investimentos com correlação negativa bastante alta. Quando o cenário interno está bem, ações sobem, quando o cenário interno está mal, internet sobe. E a renda fixa (T.D) pucha a balança pro lado positivo, não importa qual dos dois cenários esteja proeminente.

FIIs é para fluxo de caixa constante e possui seu próprio universo, para tentar diminuir o risco de pesar para o lado negativo da balança, o segredo é ter 50% em bons fundos de papel (renda fixa) e 50% em bons fundos de tijolo (renda variável).

Assim eu penso, é claro que há estratégias bem mais sofisticadas e com melhor desempenho, até porque nesse quesito estou lá em baixo.

Proxímas postagens

A fim de aumentar minha disciplina, como investidor e aprimoramento. Vou elencar alguns tópicos que acho relevante para meu crescimento como pessoa e investidor. Deixando eles como promessas para mim mesmo, que devo fazê-los.

São os temas escolhidos no momento:

  • 60 horas na prisão. Como é estar preso neste ambiente;
  • Análise da minhas ações em carteira;
  • Análise dos meus FIIs em carteira;
  • Atualização da página Carteira;
Até mais pessoal, e para finalizar, deixo essa linda imagem que achei o PixaBay:

Que o Natal seja bem fofinho para todos nós!


3 de nov de 2016

Atualização Patrimonial Outubro 2016 - R$ 93.391,18

Vamos a mais uma atualização mensal, hora de olhar e acompanhar nossas finanças. 

Este é um evento extremamente importante para qualquer um, acredito que todos devemos tirar pelo menos um dia do mês para fazer esse acompanhamento. É através dele, onde vemos e conferimos se tudo está fluindo da maneira correta, se é preciso ou não fazer alguma mudança em nossa estratégia. 

Para mim tem sido de muito valido fazer essas postagens, pois devido ao estilo de investimento que estou tendo nesses dois últimos anos, fico meio que desligado de como minha carteira está se comportando, pois há pouca ou quase nenhuma rotatividade na carteira. Em dois anos, apenas vendi 300 ações de ITSA4. De resto foi apenas compras mensais de ativos financeiros.

Finanças do mês


Este mês todas as minhas classes de ativos tiveram desempenho positivo, tanto ações, FIIs, T.D e Internet foram bem. Com destaque para ações. 

Ações
Como pode ser visto acima, ações este ano tiveram uma valorização patrimonial de 50%, mostrando que este foi o ano dessa classe de ativos. Porém, historicamente eu ainda esto no prejuízo em cerca de 1%. Porém acredito que se eu somar ou diminuir os dividendos no preço da ações, como o mercado faz, eu já esteja no campo positivo. 

Está quase na hora, de acordo com a distribuição macro nas classes de ativos, de voltar a investir em ações. Fiquei o ano todo de 2016 aportando no Tesouro Direto e Fundos imobiliários, com o intuito de diversificar minha carteira e diluir riscos, regra básica de portfólio.  Acredito ter chegado a uma boa porcentagem nos outros dois ativos e é hora de começar a crescer em ações também, porém acho que o time não é dos melhores. O Ibovespa se valorizou muito até aqui. Estou pensando em voltar a aportar em ações só em 2017, já que falta apenas dois meses para acabar o ano, e tenho poder de aporte de apenas R$ 1.500,00 por mês.

FIIs
Os queridinhos do povo. rsrsrsrsrs

Como sempre, bom desempenho, bons proventos (alugueis). É tudo tão bom que sempre fico com um pé atrás aqui. Atingi minha meta deste ano, que era conseguir aportar até conseguir chegar aos 20k nessa classe de ativo. Consegui isso faltando dois meses para o ano acabar, vou fazer mais em novembro nesta classe para ter garantia que não vá cair abaixo de 20k, mesmo com oscilações de mercado. O problema que tenho que comprar KNRI11, para ficar tudo redondinho em porcentagens bem parecidas, e este fundo disparou loucamente este mês, precificando muito o valor de suas cotas.

Internet 

Só não é melhor porque não tem como. Brincadeiras a parte, como é um investimento em dólares, ele sofreu um pouco este ano, porém seu fluxo constante de proventos (pagamentos) compensa e muito minha exposição nesse ativo. Este ano ele me pagou cerca de R$ 5.200,00 reais, um ROE de 18%. Onde mais vou encontrar algo desse tipo? Onde gasto cerca de 10 minutos por dia no site.

Tesouro Direto
Rendimento de 9% até o momento, creio que deve fechar em 10% no ano. Nada mal, vem fazendo bem seu papel, de reduzir a volatilidade da carteira, ajudar a ter um aumento patrimonial sempre positivo. Também atingiu uma proporção interessante na carteira, agora com 20K. A idéia original minha era conseguir chegar a 40% da minha carteira nessa classe de ativo. Estou repensando este valor, já que o cenário base é a diminuição de rendimento para esta classe de ativo. Estou pensando em algo em torno de 30%, para ser atingido em 2017. 

Mas o fim do ano que vem ainda está longe, vamos ver o que o futuro nos aguarda.


Carteira atual


Consolidado total da carteira

Pessoal


Minha vida pessoal, este mês foi mais tranquila. Sem o curso para estudar, com menos pressão psicológica. Estou com uma ficante quase fixa, já há alguns meses, o que me faz ficar mais tempo em casa e pensar menos em festas e farras. Porém cometi um erro de sair com outra, e ainda gastar R$ 70,00 com ela, visto que essa outra é inferior de beleza.

Assisti também a famosa série Stranger Things, que todo mundo falava. Realmente, é uma excelente série e recomendo a todos que ainda não viram. Vale a pena assistir. Resolvi também terminar de ver Breaking Bad, é uma série que de início estava muito, mas muito boa, agora no fim, já não tenho o mesmo apreço que tinha por ela, mas ainda continua sendo uma boa série.

Exercícios físicos zero! E o pior é que minha barriga não para de aumentar, já está com 98 cm de circunferência, bem protuberante. Preciso criar vergonha e começar a dar um jeito de para-lá, para não chegar a um estado onde não há mais volta.

Eu com um colega meu, resolvemos criar um board game. Sempre jogávamos muito board game na adolescência, um colega da turma resolver comprar alguns este ano e voltamos a jogar. Creio que jogamos umas 15 partidas este ano de três jogos diferentes, o que reacendeu o vício nesses jogos e tivemos a brilhante idéia de fazer uma para nós, que em modéstia parte está ficando muito bom. Já nos reunimos umas três vezes para jogar este game único. Quem, sabe num futuro próximo não o disponibilizo ele na net, para baixar imprimir e jogar.

Bom é isso, até a proxíma.


www.arquivos-virtuais.blogspot.com


7 de out de 2016

Atualização Patrimonial Setembro de 2016 - R$ 88.770,38

Bom Pessoal.

Este vai ser um post mais sucinto do que os que costumo realizar. Estou fazendo plantão na penitenciária de 12 horas por dia, estou muito cansado para pensar em caprichar em qualquer coisa. 

Vou colocar só os valores, na próxima vez me concentro melhor nesta atualização.

Ações


FIIs

Investimento Digital
Tesouro Direto

Carteira Consolidada








20 de set de 2016

Cabeça de funcionário público e concurseiros

fonte: http://lanyy.jusbrasil.com.br/artigos/220014306/perguntas-e-afirmacoes-que-mais-irritam-um-concurseiro

Bom pessoal, este vai ser uma postagem sucinta e rápida. Resolvi postar isso, só porque fui surrado hoje, em sala de aula (no curso de formação para agente penitenciário) por todos os meus colegas, quando soltei a perola: 

"Sou a favor da privatização, pois a acho mais benéfica do que o atual estado do setor público do Brasil".

Para que fui falar isso! todos em sala de aula (35 alunos), começaram a me atacar e me denegrir. Como se eu tivesse cometido um pecado, ou um crime e merecesse punição.

Sou funcionário público a pouco tempo, mas antes já trabalhei como seletista ou contrato em alguns órgãos públicos, como IBGE, IEF, Professor na rede Estadual do Ensino Médio e agora na Superintendência Regional de Ensino da minha região e quem sabe, na SUAPI. E também, já trabalhei na iniciativa privada, em empresas de pequeno e médio porte, e destas de médio porte, prestando serviços para multinacionais, como Syngenta, DuPont Pionner.

Ou seja, conheço um pouco dos dois lados, tanto o privado quanto o serviço público, conheço também um "cadinho" dos problemas que cada um dos setores possui. Todos eles são falhos e ruins, em meu ponto de vista é claro.

Fonte: http://casseta.globo.com/hubert/platb/2012/07/04/incentivo-a-industria/

Na iniciativa privada, temos muito assédio moral e a diferenciação salarial muito grande, entre cargos de chão e de gerência, quanto menor o cargo, pior é o tratamento e benefícios que a empresa lhe oferece. Há também, como vamos dizer, o tal QI (Quem Indica). Quando era novo, aprendi na literatura de geografia e na faculdade também, que o setor privado, quanto melhor e mais bem preparado você é, mais recompensado será. Porém, todos que trabalham em empresas privadas, sabem que não é bem assim, a realidade é mais nua e crua. O network ou a rede amigos, vai falar mais alto na hora de você conseguir um melhor emprego na área privada (salários mais altos e dignos).

Porém, as coisas andam no setor privado, não é perfeito, mas a produção acontece. De maneira humana? bom, aí já é outra história, mas não é tão ruim assim, em alguns setores é (como produção de industria, empregado de chão o qual já fui) fazendas de agronegócios e outros. 

Já no setor público é aquela lerdeza, não em todas as áreas e nem sempre por culpa dos funcionários, mas por causa da estrutura, da burocracia e dos ritos que devem ser seguidos em cada secretária e órgão. Só um exemplo: para você pegar um carro e fazer uma visita técnica, qualquer que seja a distância, tempo ou motivo, você perderá dois dias só com preenchimentos de relatórios (Não estou mentindo, é de experiência própria!!!). 

A maioria das coisas são sucateadas, não há incentivo em produzir mais, pois não há diferença se você atende 10 ou 100 pessoas (empresas, escolas, órgãos), seu salário é o mesmo.

Sem contar também que já é cultural do brasileiro mediano (quem não é top é mediano, ou seja 60-90% do povo), achar que só porque é concursado é superior as demais pessoas, que merecem tratamento diferenciado no sistema de trabalho. 

Claro que em termos de salários e cargas horárias, para a maioria das pessoas medianas, as áreas públicas tendem a pagar mais e cobrar menos a permanência do trabalhador no local de trabalho, porém a eficiência destes órgãos é no mínimo questionável em todas as esferas de atuação.

Mas agora é, pensando no coletivo social e não no individual, eu acredito que na atual conjectura e realidade brasileira, as privatizações serão melhores para o Brasil. 



Posso estar errado?
fonte: https://www.pinterest.com/pin/180988478752557140/

Claro que posso. E tem grandes chances de estar, afinal sou um humilde trabalhador da base da piramide, sem conhecimento, dons e perícias acima de média, muito pelo contrário. 

Acredito também, que toda a estrutura há de ser mudada. Temos que reduzir o funcionalismo público, deixando apenas órgãos fiscalizadores. Com essa redução, irá sobrar mais dinheiro para os cofres estaduais, o quais devem ser repassados para os cidadãos. 

Mas de que forma? 

Como não acredito no estado brasileiro, e que todas as suas funções devem ser delegadas para a iniciativa privada (inclusive segurança, educação e saúde), esse dinheiro deve vir em forma de fazer as empresas privadas pagarem um melhor salário e redução da jornada de trabalho na área privada através de incentivos fiscais e outros meios que devem e podem ser criados.

Bom era só isso, só um desabafo. Só quero deixar claro que no fundo, tanto a iniciativa privada quanto a pública são ruins e não fazem seu papel social de maneira adequada.

Mas e este modelo que falei é bom? Acredito que seja, porém não é o ideal. Em tudo que já vi a respeito deste tema, a melhor e mais eficaz mudança social e estrutural, se chama zeitgeist, ou projeto vênus.

www.arquivos-virtuais.blogspot.com



 
-->